Saltar para o conteúdo Saltar para a barra lateral Saltar para o rodapé

Que estratégias existem para travar os ataques de gota?

A gota é uma doença dolorosa que afecta mais de 6 milhões de pessoas nos Estados Unidos. Existem muitas opções de tratamento disponíveis, e cada pessoa é diferente. A gota é uma doença em que o corpo não consegue excretar os ácidos úricos através dos rins. Isto resulta numa acumulação de ácido úrico que provoca a formação de cristais de urato monossódico nas articulações e nos tecidos moles circundantes. Esta situação pode causar dor e inchaço graves, bem como inflamação. A gota geralmente ataca rapidamente, muitas vezes à noite.

Ataques de gota

Estes podem durar entre 2 a 10 dias antes de parar. Para algumas pessoas, isto é o fim, mas noutras podem ocorrer ataques secundários. É por isso que é necessário tratamento. A medicação profilática e o planeamento cuidadoso da dieta podem ajudar a prevenir a gota. Isto inclui beber muita água, perder peso e comer com moderação alimentos ricos em purinas. A prevenção da gota é possível com todas estas medidas. Se teve mais do que um ataque de gota e o segundo já passou, são frequentemente prescritos medicamentos que previnem futuros ataques de gota.

O alopurinol (Zyloprim ou Aloprim) reduz os ácidos úricos através da redução da sua produção pelo organismo. Funciona diminuindo os níveis sanguíneos de ácido úrico e prevenindo outro ataque de gota. O probenecide actua melhorando a função renal, o que o torna mais eficaz na eliminação do excesso de ácido úrico. Os efeitos secundários incluem dores de estômago, erupção cutânea e pedras nos rins.

Prevenção

A prevenção da gota não é possível através de alterações na dieta. Pode considerar comer alimentos com um nível mais baixo de purinas. Reduzir o consumo de carne vermelha e marisco. Reduza o seu consumo de carne vermelha e marisco. Substituir os hidratos de carbono brancos por cereais integrais. Para perder peso, coma porções mais pequenas e aumente o exercício físico. A perda de peso pode ser uma boa forma de baixar os níveis de ácido úrico no sangue.

O jejum não é recomendado, pois pode aumentar os níveis de ácido úrico. É importante limitar a ingestão de purinas. Não é necessário eliminá-las completamente, mas devem ser consumidas com moderação. A investigação demonstrou que uma dieta pobre em purinas não faz qualquer diferença. Siga os tratamentos recomendados, beba água com frequência e mantenha os seus níveis de ácido úrico abaixo dos níveis perigosos.

 

Deixe um comentário