Saltar para o conteúdo Passar para a barra lateral Passar ao rodapé

O que é que posso comer quando tenho gota?

A gota é uma forma de artrite que é caracterizada por um problema no metabolismo da eliminação do ácido úrico. Os ataques de gota são episódios periódicos em que o sistema imunitário ataca as acumulações de ácido úrico nas articulações. As articulações mais frequentemente afectadas são as dos dedos dos pés, dos tornozelos e dos joelhos.

O desenvolvimento da gota é multifactorial. Genética, excesso de peso, certos medicamentos (por exemplo diuréticos), diminuição da função renal e maus hábitos de vida são todos factores que podem encorajar o desenvolvimento desta doença.

A gota está frequentemente associada a outras doenças relacionadas (comorbilidades) como diabetes, obesidade, dislipidemia, hipertensão e hipertrigliceridemia. Por conseguinte, a gestão nutricional da gota deve incluir a gestão destas outras doenças.

Há séculos atrás, a gota era conhecida como a doença dos reis. Não admira, porque poucos eram capazes de apreciar festas e banquetes cheios de alimentos ricos em gorduras e purinas como o faziam. E a dieta tem uma enorme influência na elevação dos níveis de ácido úrico, que é o que provoca ataques de gota.

Coma alimentos com baixo teor de purinas. Por exemplo:

  • Produtos lácteos
  • Legumes: cenouras, alface, alho-porro, abobrinha,...
  • Frutas: limão, laranja, cereja, toranja, ananás, morangos....
  • Cereais: trigo, arroz, aveia,...
  • Amidos: batatas, tapioca,...

As leguminosas (feijão, soja, grão-de-bico, ervilhas, ...) também podem ser comidas, mas com moderação, porque têm um teor intermédio de purina.

Qual foi a utilidade deste post?

Clique numa estrela para classificá-la!

Classificação média 4.1 / 5. Contagem dos votos: 13

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a classificar este posto.

Deixe um comentário